Tuesday, September 30, 2008

Não gosto de dias indecisos...
Não gosto de pessoas indecisas...
As minhas indecisões bastam-me!

Gustavo Dudamel

Pela história e pelo génio...gostava de o ver...

Tuesday, September 23, 2008

Por dentro das palavras

Agora

"Agora que o sol repousou
sobre um mar rendido
e que as flores se fecharam
abraçadas;
agora que as bruxas acordam
trocando feitiços,
e a chuva se esmaga nas vidraças
dançando elegante
como se o mundo todo chorasse.
Agora
que te vi percorrendo
cada rua
com um sorriso generoso
nesse rosto
inesquecível,
e que as tuas mãos
se oferecem a outro destino,
a outros abraços.
Agora que os velhos repousam
no esquecimento dos dias doridos
e o suor seca por si
escorrida das têmporas dos
que chegam e já partem,
agora que os livros se fecham
marcados num canto
deixando nas páginas cicatrizes
indeléveis;
agora que o tempo se esgota
num mundo sempre cheio de fins
de destinos sem roda,
de homens de cátedra
e de catres onde os homens se perdem;
agora que as mulheres se soltam
nas lantejoulas
que iluminam as vielas onde a vida
se ganha e perde.
Agora entendo,
Que há tempo para sempre ser agora."
(J.B.)

Li este poema do Jorge e fez muito sentido para mim, tanto que tive que o publicar aqui...

Wednesday, September 17, 2008

Bilhetes de avião sms

Desde Junho de 2008 que a Air France propõe aos passageiros que viajam entre Paris (Charles de Gaulle) e Amsterdão (Schipol) que optem pelo cartão de embarque via SMS!!! A mensagem recebida contem um código-barras bem como as informações escritas no tradicional bilhete...Mais uma iniciativa para reduzir o consumo de papel!!!

Já me estou a ver....
- Pip - Amador Rossana , Charles de Gaulle - Schipol, 16h30, porta 6, lugar 12 A;
- Pip - Revista Bravo, Set08, "Aprende como conquistar os Tokio Hotel";
- Pip - Sandes Mista - Fiambre e Queijo datados de 1929;
- Pip - Bongo - O bom sabor da selva! Em cada pacotinho uma festa de 8 frutos... ananás, alperce e manga, laranja, maçã, goiaba, banana, maracujá, imagina o que isso dá. Sem palhinha.

MacCann Erickson Portugal

Porque

"O único tirano que aceito neste mundo é a pequena voz silenciosa que há dentro de mim"*

e porque

" A força não provém de uma capacidade física e sim de uma vontade indomável"*

Eu vou

Não agora, não amanhã, mas depois...

*Gandhi

Monday, September 15, 2008

Há frases que ainda hoje fazem sentido...

23-10-2000

"É mais seguro ser temido que amado" (Maquiavel)

19 de Janeiro de 2000 (parte verde)

Isto foi o que escrevi, num tempo distante, num diário com um padrão e a cheirar a armário...

"...as pessoas mais idosas da minha rua começam a desaparecer, aquelas pessoas que eu me habituei a ver enquanto criança desaparecem continuamente e apenas me parece que foram em viagem, embora seja uma das mais longas, é tão triste quando as pessoas começam a desaparecer, os nossos corações começam a chorar sangue pelos que se foram (desta vida) e, que não apanharam um bilhete com volta, mas somente de ida, os nossos espíritos inquietam-se e as nossas mentes ferem-se em busca de outra realidade menos brusca, cruel para fugir ao pesadelo, à angústia e ao temor da questão fulcral da morte, porque não podemos nós reter aqueles que amamos, não podemos ver como nos filmes, ouvir nos cd's, falar com eles nos sonhos, como somos pequenos meu Deus (se existires)! Será que é vantagem sermos racionais? Será que saber o que nos espera no fim do ciclo da renovação das almas é uma vantagem? E viver atemorizados com isto, e obcecados com o para lá do fim, ou se este não existir o porquê do fim, ou do começo, será que o embate com a morte não nos faz mais fracos, mais entregues a ela, menos vivos, o que é ser vivo então? Ter um coração que impulsiona o sangue, uns pulmões que funcionam, uma mente que pensa, e para que isso nos serve se a vida não temos. E que vida é a que temos ou devemos ter, e o que é ela? Uma morte lenta? Para que o coração nos foi dado senão para nos atormentar a mente por este sentir dor por quem não merece, compaixão por quem nos ignora, amor por quem não nos liga, saudade de quem partiu para o começo da vida eterna, amizade para com quem não nos olha nos olhos e vê que o nosso fraco músculo palpita, não nos deixa ser somente cérebro, frio, sólido, mecânico, sem a fachada dos sorrisos, as palavras das lágrimas ou a mensagem secreta dos sonhos. E o nosso coração terá companheiro? será por isso que bate, que corre, para encontrar a sua metade, a outra parte que nos fará imortal, únicos, supremos, unívocos já que o erro é também dado pelo coração. Que tal seria sermos só cérebro e coração, assim nada exterior a estes dois aparelhos supremos se sobreporia a estes, passaria por eles ou tomaria um lugar de maior destaque. A meu ver a beleza existe para compensar as falhas, as imperfeições e as carências que estes dois órgãos nos fazem viver."

Para além das tentativas filosóficas há coisas assim:

6 de Junho de 99
"Dói-me bué a cabeça. Bom já passou uma semana de globais, já só faltam 2. O teatro já está quase a ser!!!
A selecção A está no primeiro posto do grupo é pena que a de Esperanças tenha empatado. O Sá Pinto voltou a Alvalade e diziam que queriam de volta o Rei Ricardo.
Tudo indica que perdi o BI, tou bué preocupada. O André nunca mais me escreveu, o que se passará?
Distribui os panfletos para o teatro, já estava enjoada.
A festa da rádio Sines foi fixe, saí de lá às 4 da manhã. A Romana é gorda, gostei foi dos bailarinos ciganos, como dizem os espanhóis "muy guapos".
A Steffi Graf e o Agassi foram Campeões em Roland Garros."


Medo!!!
No meio do caderno estão espalhados imensos papéis que vinham com os Chocolates Baci.
Sim o nome das pessoas quem entram neste diário estão codificados!!! O melhor de tudo é que a lista para decifrar os códigos também está no diário...
Escrevi poemas anti-guerra, espantei-me com o capitalismo, revoltei-me contra a situação de Timor Leste e escrevi "espero que ganhe o Al Gore para bem de todos nós"!
Comprava Cd's dos Boyzone, dos BSB e colava os preços no diário e achava-me parecida com os Kelly Family.
Escrever um diário é cansativo, mas quase 10 anos depois é delicioso reler o que fomos...

It´s never late for a change***


*** ou o meu lado de esquerda intervencionista

Saturday, September 13, 2008

What the fuck!!!!!!!!!!!!

Zohan


Ena já fui ao cinema novamente e não fui ver o Mamma Mia!!! Fui ver o "Não te metas com o Zohan" e devo dizer que é um clássico filme do Adam Sandler...é um daqueles filmes para ver se a noite se quiser ligeirinha tipo com o estômago forradinho com chá e bolachinha Maria.

Ah e tal

Tuesday, September 09, 2008

Slides - Retratos de uma cidade branca

Li e ouvi este poema através do blog da Sónia, o autor é o pai de Sam The Kid, depois de ouvir tanto esta Lisboa ficou-me agarrada à pele...deixo-vos experienciar aqui, nada melhor do que sentir...

Monday, September 08, 2008

Mamma Mia o Musical


É verdade, usem agora os apupos, as risotas e as bocas escancaradas pela estupefacção!!!Sim eu já fui ver o Mamma Mia, sim já fui ver duas vezes, e sim gosto da música dos ABBA!!! Já fui gozada muitas vezes por assumir que fui ver o musical ao Pavilhão Atlântico e paguei por isso e agora estou a ver o filme como se não houvesse amanhã.
Este não é o tradicional musical, é mais uma mistura de falas e músicas, é divertido, leve e mostra-nos alguns actores como nunca esperaríamos ver... Se forem ver, mesmo que não façam questão de como eu gritar aos 4 ventos, não se levantem antes do ecrã estar mesmo todo preto a passar a ficha técnica, já que as luzes se acendem antes do final mesmo e é aí que está a surpresa... E sim eles cantam mesmo!!!

Blasted




Há uma semana atrás fui ver pela primeira vez Blasted Mechanism à Foz do Arelho. Não podia deixar passar em branco este concerto, já que demorei cerca de 2 músicas a absorver os fatos da banda, a encenação e o ambiente. Se a verdade é que toda aquela parafernália mete medo ao primeiro impacto, passadas algumas músicas é absorvido por nós como orgânico e primitivo, como se os homens tivessem tomado conta do exoesqueleto de gafanhotos, baratas, escaravelhos e afins...A música é estranha mas entranha-se com facilidade e leva-nos a dançar com os braços e pernas de formas pouco coreografadas mas ritmadas, nem que seja ao nosso próprio ritmo. Cada membro da banda transporta-nos para um mundo diferente, que pode ser entendido como só dele mas que resulta muito bem enquanto conjunto. Sem dúvida é para ver de novo!!!!

Tuesday, September 02, 2008

Summer Places

Costa Vicentina

Portimão
Praia de Odeceixe

Sw08, Daltonic Brothers


video

Badoca Park